Cantinho da Káh ~ Assunto polêmico

Esse assunto é um pouco chato pra se tratar, mas resolvi abordar esse tema, uma vez que o público leitor do Blog da Mylloka é, em sua maioria, adolescente, jovem, composto por meninas, não que rapazes e adultos estejam isentos destes perigos. Quisera eu que estivessem, mas é que são alvos mais difíceis.

A essa altura você já deve está se perguntando sobre o que estou falando. Bom, antes de falar sobre o assunto em si, vou falar brevemente sobre o que me inspirou a tocar nessa ferida aberta.

Foto postada originalmente em Pausa para um café
Além de ser parceira do Blog da Mylloka, sou parceira de outro blog. E por essa parceria, fiquei responsável por ler e resenhar o livro A Lista do Nunca. Em resumo, o livro trata sobre um tema espinhoso: mercado negro de gente, em outras palavras, escravidão. O submundo, o lixo doentio da psiquê humana transformando gente em objeto, desumanizando, torturando, abusando física e mentalmente dos outros. Então, o assunto que trago a todos é: cuidado!!! O livro é ficção, mas como jornalista, e como adulta, sei que o cenário de horror criado pela autora é, infelizmente, perfeitamente real. Trabalho em um consultório de psicologia, passo meus dias tendo acesso a livros que descrevem doenças psicológicas que nunca desconfiaríamos da existência. Mas a verdade é que o mal puro existe e ele espreita, esperando apenas por uma oportunidade.


O mal puro existe. Ele não usa chifres, não tem rabo e muito menos se parece com o esteriótipo que hollywood nos impõe. Os psicopatas e sociopatas, pessoas capazes de matar a sangue frio, são mais comuns do que imaginamos. Não são aqueles seres bizarros, que matam em série e tem aquele olhar maníaco no rosto. Eles são normais, simpáticos. Você se apaixona por eles. Mas a verdade é que eles não amam, não sentem nada. Nem sempre matam, mas torturam.

É aquele namorado que não te ama, mas se pensa em te perder, transforma tua vida num inferno, se faz de vitima e faz com que você acredite que a culpa é sua. Você se torna dependente dele. Esse é um exemplo comum.

Mas no livro, tem – se uma rede de exploração em que o abuso sexual é o minimo que se pode esperar. Pessoas são mantidas acorrentadas num porão escuro por mais de cinco anos. Claro que algumas pessoas podem pensar: “mas Kamila, você não está exagerando?”. Sim, eu posso estar exagerando. Mas  o fato é que essas redes existem, e os sequestradores tendem a escolher alvos fáceis, tais como, adolescentes ou jovens que estão voltando da escola, ou faculdade, sozinhos. Na maioria das vezes são meninas que são sequestradas.


Algumas pessoas entram para redes de prostituição ainda crianças, quando são sequestradas de áreas de desastres naturais em países pobres. Outras são adolescentes que saem tarde da noite, ou se colocam em situações de risco, como ficar em locais de pouco movimento sem avisar previamente algum conhecido. Resumo da ópera. Comuniquem seus pais e amigos onde estão indo, com quem irão se encontrar. Deem os contatos de seus amigos (é constrangedor, eu sei. Eu também não gosto, mas faço isso), avisem a hora que vão voltar pra casa e se forem atrasar, liguem avisando.

O propósito desse post é dar um alerta a todos. Por favor, se cuidem. Não conheço pessoalmente nenhum de vocês. Mas me importo com todos e não quero que nenhum mal aconteça a nenhum de vocês. Todos são preciosos!

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Adorei o post!
    Falou tudo, realmente existem pessoas muito ruins por aí, e pessoas muito ingênuas também!
    Parabéns pela iniciativa!
    livrosobaluzdalua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu sempre soube que esse tipo de mercado existia, mas era algo ao fundo em que eu não pensava muito, até porque, pouco se ver á respeito na midia. Por exemplo, quando estou na rua até tarde fico mais preocupada com um assalto do que com um sequestro, ou a conseuencia desse sequestro e vamos combinar que um sequestro é deveras pior que um assalto. Passei á encarar isso com outros olhos após aquela novela Salve Jorge, que apesar das falhas, serviu pra nos mostrar o outro lado da moeda. São coisas assim, como novelas, livros e posts como os seus que devem ser espalhados como forma de alerta.

    Parabens pela iniciativa :)

    http://pequenamiia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim. Infelizmente hoje temos que nos preocupar com tudo. O mundo está bem mais perigoso e a tendência é piorar.

      Beijokas da Mylloka :*

      Excluir
  3. Parabéns pelo post Kamila! Se cada um fizesse isso, tenho certeza que esses abusos diminuiriam.
    Tbm tento ser o mais direta possível com meus sobrinhos e alertá-los dos perigos que os rondam. Adorei mesmo o post! Vou compartilha-lo para mais pessoas lerem!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, compartilhe. Eu agradeço! ^^

      Beijokas da Mylloka

      Excluir
  4. Que bom que vc's gostaram! Realmente fiquei apreensiva enquanto escrevia esse post, mas ao ler a reação de vocês, realmente estou me sentindo bem!!!

    ResponderExcluir
  5. Gostei bastante da postagem. A verdade é que temos sempre que ser cuidadosos,Não é ficar paranoicos achando o tempo todo que alguma coisa de ruim vai acontecer, mas ter a consciência de que existem riscos e tentar evitá-los o máximo possível.

    ResponderExcluir