Filme: O quarto de Jack


Nota:

O mundo de Jack (Jacob Tremblay) se resume a uma lâmpada, cama, guarda-roupa, pia... tudo confinado em quatro paredes. Para Jack, toda a realidade do mundo está dentro do quarto e não existe nada fora dele. Quando o garoto faz cinco anos, sua mãe (Brie Larson) conta a verdade: ela foi sequestrada por um psicopata e os mantém presos em cativeiro.


A primeira metade do filme se passa dentro do quarto e traz elementos de thriller psicológico, um pouco de suspense e principalmente angústia. A forma como foi gravado e o jogo de cores da cena fazem com que o espectador se sinta claustrofóbico, além do desespero de ver os dois personagens fora do quarto que os aprisiona.


Já na segunda parte, o drama fica mais evidente e temas como perda, sensação de abandono e descobertas são mais explorados. O segundo ato do filme contém as cenas mais emocionantes e reflexivas. 

O quarto de Jack (Room) foi indicado ao Oscar na categoria de melhor filme e também não é para menos. Dirigido por Lenny Abrahamson, o longa é uma adaptação do romance homônimo escrito por Emma Donoghue, lançado em 2010. O interessante é que o livro é contado sob ponto de vista do garoto, por isso os produtores acharam melhor convidar a própria autora para ser roteirista do filme. Emma se inspirou no caso real de uma jovem que foi mantida em cativeiro na Áustria pelo pai que a abusava sexualmente durante 24 anos, em 2008.



Um dos pontos que mais me emocionou foi a escolha de Joy em criar um novo mundo para seu filho, longe da raiva, medo e desespero que sentia por estar naquela situação. A atuação de Brie Larson é incrível, tanto que ganhou o Oscar de melhor atriz, porém ela não é a unica que se destaca no longa, Jacob Tremblay também dá um show de atuação (sério, aquele menino devia ganhar um Oscar!), o ator mirim teve que encarar um difícil trabalho de interpretar um personagem totalmente inocente e alienado que de um dia para o outro se depara com um mundo bem diferente do que estava acostumado. A atuação tanto de Jacob quanto de Brie são maravilhosas, juntos formam uma bela dupla. (Confesso que em algumas cenas eu imaginava a Larson sendo realmente a mãe do garoto).

O quarto de Jack sem dúvida foi um dos melhores filmes que assisti nesse ano. É tocante, depressivo em algumas cenas e me causou principalmente uma sensação de esperança e superação. A não ser que você seja um robô, O quarto de Jack vai te abalar emocionalmente (prepare os lencinhos).

Assista o trailer:




Comente com o Facebook:

20 comentários:

  1. Oi, Mylla! Eu li o livro na época que foi lançado, e lembro que ele me causou as mesmas sensações que o filme causou em você. Ainda não assisti, mas pretendo fazer isso em breve.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  2. Quando vi o trailer desse filme dei uma pesquisada para entender melhor e me deparei com o livro, li várias resenhas e fiquei bem curiosa para ler, admito que ainda não o fiz por conta de falta de tempo, mas com certeza será uma leitura futura!
    Então vejo que o filme foi super aceito por todos, até mesmo indicado ao Oscar em algumas categorias, o que me deixa mais empolgada ainda para conhecer a história de Jack e sua mãe. Estou me preparando emocionalmente e psicologicamente pra assisti-lo, pois ele tem um fundo de realidade e esse tipo de história mexe muito comigo!!!
    Obrigada pela dica ;)
    Bjs..

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia nem o livro nem o filme. Quando foi indicado ao Oscar, muitas pessoas comentaram e foi ai que eu soube dele. Eu imagino que seja um filme bem intenso, marcado por vários sentimentos. Com certeza quero assistir e saber como se passa a vida desses dois personagens e principalmente o final.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mylla!
    Ainda não vi o filme porque estou me preparando psicologica e emocionalmente para isso.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Quando eu vi o trailer desse filme pela primeira vez, fiquei com muita vontade de assisti-lo, já que não tinha visto nada parecido com a sua premissa.
    Infelizmente eu ainda não assistir ao filme, pois quero ler o livro primeiro.
    E se o filme já deve ser emocionante, imagina o livro! Principalmente pelo fato dele ser narrado pelos olhos de uma criança tão inocente.
    Enfim, espero poder lê-lo ainda esse ano e consequentemente assistir ao filme.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Ainda não tive oportunidade nem de ler o livro, muito menos de assistir ao filme, mas estou com altas expectativas em relação aos dois, quero muito ter a oportunidade de ler o livro. Me parece ser um Thriller psicológico que mexe realmente com nossos sentimentos, e que nos envolver com as situações em que os personagens estão, tornando tudo ainda mais real, imagino que a atuação do ator mirim deve ter sido um espetáculo, e com certeza vai render muitas oportunidades de trabalho no futuro.

    ResponderExcluir
  7. Esse filme parece muito bom mesmo. Estava querendo ver desde que foi lançado o trailer, pois só lá já dava aquela curiosidade. E isso porque nem sabia que tinha livro! Agora queria ler e ver. A história é muito bonita e sensível, adoro os elogios que estou vendo e se for tão emocionante assim pode ser um dos melhores do ano mesmo. É uma história que faz você pensar e sentir.

    ResponderExcluir
  8. Mylla, quando eu assisti ao trailer do filme, fiquei fascinada pela história e logo quando surgiu a oportunidade de assistir, não hesitei e foi para mim também um dos melhores filmes que vi este ano.
    O Quarto de Jack é tocante do começo ao fim. Fiquei angustiada com diversas cenas e emocionada em outras. Este drama é uma linda história de superação e amor. Foi maravilhoso ler sua crítica e saber o quanto também gostou.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Oi Mylla!! Eu ouvi falar desse livro a primeira vez na Book Haul do canal Geek Freak e ele ja foi pra minha wisthlist e quando eu assisti esse trailer me deu uma vontade enorme de assiste, eu ainda nao li o livro e nem assisti o filme (falta de patrocionio sabe como é), mais estou super querendo, e esse post me fez querer assistir e ler o livro (principalmente ler).

    ResponderExcluir
  10. É um belíssimo filme. É agoniante e belo ao mesmo tempo. Mas entendo ele não ter ganhado o Oscar de melhor filme. A produção tem algumas falhas e a temática não ajudou muito.
    Bom final de semana!
    Saudades de você no blog.

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Mylla.
    Ainda não tive o prazer de assistir esse filme, mas ele está na minha lista de espera.
    Parece ser um filme muito emocionante, além de ser thriller psicológico, que é um dos meus gêneros favoritos, tanto em livros como em filmes. Tenho certeza que vou amar assistir esse filme.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Ouvi falar muito nesse filme o que me deixou bem curiosa e interessada, uma das coisas que achei interessante e que o filme nos apresenta essa readaptação deles ao mundo e parece ser uma historia bem emocionante, com certeza irei assistir ao filme e gostei muito do trailer !!

    ResponderExcluir
  13. Por ter sido indicado ao Oscar, já despertou meu interesse... Ainda mais com a indústria cinematográfica, ao meu ver, mais voltada ao publico jovem, os filmes de temática mais séria e que transmitem, de fato uma mensagem, estão se tornando raros.
    Por ser inspirado em uma história real de abuso e cativeiro, estou super curiosa para assistir. O abuso e o isolamento de pessoas/crianças sequestradas são assuntos pouco comentados, mas que realmente são um enorme problema social/comportamental há anos.

    Fico no dilema do que fazer primeiro... assitir ao filme ou ler o livro??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hmm.. dificil dizer, acho que é sempre bom ler o livro antes, porém eu assisti o filme sem saber que era uma adaptação. Se vc assistir antes acredito que não terá problema.

      Excluir
  14. Oi Mylla!
    Ainda não consegui ler o livro nem ver o filme, quero ler o livro antes de ver o filme pq se não bate aquela preguiça rs
    Lembro bem desse caso da Áustri, não sabia que o livro era baseado nele.
    O filme deve estar lindo mesmo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá, Mylla.
    Ainda não consegui assistir ao filme e nem ler o livro, mas tenho uma vontade enorme. O motivo e simples: ele parece ter uma carga psicológica e emocional enorme.
    Se ainda é um dos melhores filmes que você já viu, com certeza vou querer conferir.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  16. Olá, não assisti esse filme ainda, mais fiquei muito curiosa.

    ResponderExcluir
  17. Muita gente está falando bem desse filme e eu fiquei louca pra assistir.
    Adorei o blog, tudo muito lindo :)
    http://palavrasinquebraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu já estava com vontade de ver esse filme, agora ainda mais! Adorei!! Beijinhos!

    ResponderExcluir
  19. Eu ainda não assisti o filme, mas pelo trailer e pelos comentários da critica da pra perceber que ele é um daqueles filmes que você nunca ira esquecer, é uma lição de vida e que nós percebemos devemos valorizar as coisas simples da vida e ser feliz, independentemente da sua situação atual.
    Louca para assistir
    Bjoos

    ResponderExcluir