Filme: Comer, rezar e amar

Nota:
Liz Gilbert (Julia Roberts) tinha tudo o que uma mulher moderna deve sonhar em ter – um marido, uma casa, uma carreira bem-sucedida – ainda sim, como muitas outras pessoas, ela está perdida, confusa e em busca do que ela realmente deseja na vida. Recentemente divorciada e num momento decisivo, Gilbert sai da zona de conforto, arriscando tudo para mudar sua vida, embarcando em uma jornada ao redor do mundo que se transforma em uma busca por autoconhecimento. Em suas viagens, ela descobre o verdadeiro prazer da gastronomia na Itália; o poder da oração na Índia, e, finalmente e inesperadamente, a paz interior e equilíbrio de um verdadeiro amor em Bali. Baseado no best-seller autobiográfico de Elizabeth Gilbert, Comer, Rezar, Amar prova que existe mais de uma maneira de levar a vida e de viajar pelo mundo.
Sabe quando você assiste a um filme repetidas vezes? Sabe? Esse é meu caso com o filme Comer, Rezar, Amar, mas não porque eu ame o filme, sim o filme é bom, mas o fato é que minha irmã AMA esse filme e assiste várias e várias vezes, a maioria delas, na televisão da sala, consequentemente eu acabo vendo o filme também.
O filme, baseado em um livro de mesmo nome, narra a história real de Elizabeth que cansada de seus problemas amorosos e do casamento fracassado decide largar tudo, tudo mesmo, e partir em uma viagem de autoconhecimento, viagem essa que passa pela Itália, Bali e Índia.


Assim como no livro, o filme mostra a aprendizagem de Elizabeth por cada lugar que passou, a aprendizagem adquirida com cada pessoa que conheceu e sua busca em se entender para então entender as pessoas em sua vida. Entretanto, se no livros somos levados em uma viagem de autoconhecimento mais profundo, entrando em contato com o que a autora deve ter sentido de fato, no filme temos uma visão mais superficial, há a possibilidade de se colocar no lugar da personagem durante o filme? Sim, mas não é uma experiência mais “sentimental” como acontece no livro.


Creio que isso acontece, pois no livro somos apresentados a visão da autora sobre tudo o que aconteceu (é praticamente um livro biográfico, mas com uma narrativa similar a que encontramos em livros de literatura), por isso somos levados a ter uma empatia maior com tudo que acontece. Por outro lado, no filme, mesmo que a visão da autora permaneça tudo acontece de forma mais distante e corrida.

Resultado:Leiam o livro e vejam o filme.
Curiosidades:

  • Motivada pelo livro ser um dos favoritos de Oprah Winfrey, Julia Roberts aceitou o papel;
  • O filme é baseado na história real de Elizabeth Gilbert, e possui uma sequencia chamada Comprometida, que narra os acontecimentos posteriores aos retratados no livro e no filme. 
 Assista o trailer:

Comente com o Facebook:

15 comentários:

  1. Eu sempre tive um pré conceito sobre esse filme e nunca vi, mas agora acho que está em tempo de deixar de lado, pois gostei do enredo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, o filme é bem legal e qm sabe se gostar não acaba lendo o livro também

      bjos
      Pah - Lendo e Escrevendo

      Excluir
  2. Essa atriz é perfeita kkkk .. Ainda não li o livro e muito menos assisti ao filme , pretendo sim assistir em breve kk depois vejo se leio o livro :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tiver a oportunidade leia o livro sim, é ótimo
      bjos
      Pah - Lendo e Escrevendo

      Excluir
  3. Nunca consegui terminar de ver este filme.... não sei porque.... nem o livro eu consegui ler... e olha que tenho os dois! rsrsrsrrsrsr

    Adorei a sua critica, espero que um dia eu tenha vontade de lê-lo...

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena! Eu por outro lado já assisti várias vezes, e se continuar dependendo da minha irmã mais vezes virão rsrs

      Fico feliz que tenha gostado.

      bjos
      Pah - Lendo e Escrevendo

      Excluir
  4. Esse filme faz mt sucesso, mas nunca cheguei a ver. Parece bom mesmo, eu vou tentar baixar rs...

    abraços,
    Luciana

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li o livro, nem vi o filme, mas confesso que não me chama muita atenção. Acho que o livro sempre nos permite mais nos sentir no lugar dos personagens, os filmes geralmente só nos permitem ser expectadores. Acho que leria apenas o livro mesmo!
    ótima crítica! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geralmente é o que acontece mesmo, fora que com o livro vc tem uma "visão própria" do que aconteceu e a imaginação tem mais liberdade para entrar no personagem do que atraves do filme.

      bjos
      Pah - Lendo e Escrevendo

      Excluir
  6. Não assisti o filme e nem li o livro, confesso que está nas minhas listinhas de "quero assistir" & "quero ler" pretendo o mais rápido possível. Amei a sua crítica
    Cheguei aqui no seu blog e fiquei tipo "MEU DEUS, QUE BLOG LINDO, QUE CONTEÚDO , QUE TUDO" Parabéns, simplesmente apaixonada, dei uma "bizoiada" em tudo por aqui, amando. Já estou seguindo okay?
    Beijos, Ariane
    www.diariodostreze.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou.
      O blog da Mylla é lindo mesmo né?

      bjos
      Pah - Lendo e Escrevendo

      Excluir
  7. Gosto bastante desse filme, não é lá isso tudo, mais não sei porque tem um chama sabe? Acho que a fotografia do filme, além da atuação da Julia são o que mais me atrai neste filme. Como não li o livro não posso fazer uma comparação e nem recomendar, mais o filme? Eu posso e recomendo. Rsrs

    ResponderExcluir
  8. Eu ainda não vi ao filme, mas parece que ele é bem legal, e divertido, irei procurar para poder ver ele, já que me parece que é diversão na certa.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi,

    já vi esse filme e adorei! Ele é muito fofo!

    Bjs

    ResponderExcluir