Cantinho da Káh ~ Agentes do Destino

Nota:

Fazia tempo que não escrevia sobe filme, mas esse em especial chamou minha atenção. Primeiro por ser com Matt Damon que eu amo (não. Não o acho bonito, amo porque é um ótimo ator mesmo) e segundo pelo enredo do filme.

Matt Damon interperta David Norris, um jovem político em ascenção que está disputando uma vaga no Senado americano, mas um escândalo impede que ele chegue lá. Apó o escândalo, David perde a vaga para o Senado e conhece Elise, bela bailarina, e ambos se apaixonam. Tão logo o jovem político volta seus pensamentos para a bailarina, homens de terno auto intitulados Agentes do Destino aparecem para separá-los, afirmando não ser esse o plano de suas vidas, e, caso David insista em continuar o romance, os sonhos de ambos serão destruídos.


Além de ser um filme de ficção e romance que prende a atenção do início ao fim, existe algo a se pensar no plano de fundo dessa película.

Como cristã, creio que nossa vida é controlada por Deus que sabe o que é melhor para nós. Nossos destinos já estão traçados, mas Ele nos deu o livre-arbitrio para tentar fazer as coisas de acordo com nossa vontade até que, enfim, nos voltemos a Ele e peçamos ajuda de forma sincera. Isso não vem de uma mente egoísta, mas de um Deus amoroso, que poderia nos controlar como robôs, pois sabe que erraríamos feio, mas escolheu nos dar a opção do que fazer e quando fazer.


No filme não acontece assim. E se sua vida fosse traçada desde o nascimento por um ser superior. Se seu destino fosse um só, mas não aquele que você quer. Então, em determinado momento você percebe que tem alguma coisa errada. Falta algo. Tudo está indo pelo caminho certo, mas ainda não é isso que você quer. Então você conhece alguém que preenche os buracos no seu peito, mas tudo da errado a partir daí.

O destino parece não querer que vocês fiquem juntos. Então você descobre que existe o destino e os agentes do destino e você pode optar em apenas obedecer e tentar esquecer aquela pessoa que preencheu cada gota do seu ser, ou lutar contra tudo para fazer valer o seu destino.


Se, de fato, as regras que regessem o universo fossem essas, eu lutaria para fazer o meu destino, tal qual David Norris. Não me contentaria com milhares de pessoas me dizendo que não ia dar pé e tentaria de todas as formas burlar as regras vigentes. Talvez o chefe dos agentes mudasse de ideia, ou ele resolvesse me matar, não sei. Mas se eu descobrisse que existiam outros planos pra mim e que eles foram modificados porque alguem não considerou interessante, eu lutaria até o fim. Pelo menos eu acho que faria isso.

Bom, recomendo esse filme aos românticos de plantão. Aos que gostam de refletir e aqueles que querem apenas uma boa diversão nas férias.
Você Sabia?
  • As coreografias de dança foram criadas especificamente para Os Agentes do Destino.
  • A atriz Emily Blunt usou uma dublê de corpo para algumas cenas de dança.
  • A atriz Abbie Cornish (Elizabeth - A Era de Ouro) chegou a fazer testes para um papel, mas não conquistou a posição.
Confira o trailer:


Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. De inicio eu só assisti o filme por causa da Emily Blunt (desde de que ela atuou em "O Diabo Veste Prada" eu vejo todos os filmes que ela participa).
    Eu gostei do filme apesar de não ser o meu gênero preferido.
    E acabei pesquisando mais sobre ele, e descobri que filme foi baseado no conto "Adjustment Team", de Philip K. Dick.
    E já tinha algumas adaptações de livros dele no cinema, mas "Os Agentes do Destino" foi a melhor :) Pena que a critica não elogiou muito o filme...

    ResponderExcluir
  2. Ei, Mylla! Não conhecia o filme, mas parece ser muito bom e, como estou formada, vou assistir. Um bom filme é ótimo para passar o tempo. Bjs.

    http://livro-apaixonado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Esse filme só conhecia pelo nome, nunca vi trailer ou sinopse. Confesso que me surpreendi quando vi o trailer, embora tenho em mente que muitas vezes os trailers são empolgantes e quando você assiste o filme, parece que não era nada do que imaginava. Assistirei e espero não me decepcionar, gostei bastante da história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu assisti sem querer rrsrsrsr,estava mudando de canal e me interessei pelo nome, me apaixonei logo de cara, espero q vc goste!

      Excluir
  4. Eu ja assisti a esse filme dezenas de vezes e sempre me pego pensando da mesma forma que vc! Adorei a dica, pra quem ja assistiu, assista novamente e quem não assistiu, o faça o mais rápido possível! É um filme maravilhoso!

    Bjo bjo ^ ^

    ResponderExcluir
  5. Acho que sou a única que não assisti!
    Amei o post! Vou procurar para ver! s2
    Ps: '' As lápides eram para ele como livros e, naquela biblioteca funesta, ele vigorava como um grande leitor.''
    Resenha: À Sombra da Lua - Marcos DeBrito
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/01/as-lapides-eram-para-ele-como-livros-e.html
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista, é muito lido e dá uma boa reflexão! ^^

      Excluir
  6. Me interessei, mas acho que eu teria que escolher um dia especifico para vê-lo, pois parece que vou precisar de paciência. rs

    Beijos, Thaysa Rocha.
    www.livrosqueinspiram.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Geralmente não assisto muitos filmes que contenham muita ação, entretanto, vou dar uma chance pra esse, achei a história bem diferente, sem falar que tem romance né? rs Vai ser o que vou assistir no domingo.

    ResponderExcluir
  8. Faz algum tempo que assisti, confesso que não lembro direito... porém tenho lembrança de ter gostado, apesar de ter achado meio louco/irreal (não que eu tenha problema com o irreal, adoro sobrenatural e tudo mais) e também não sendo grande fã do gênero de ação.
    Rá! Mas deu vontade de assistir de novo para relembrar. Também aprecio o trabalho do Matt Damon, acho que desde "O Talentoso Ripley". ^.^

    ResponderExcluir
  9. Lembro que tinha assistido ao trailer e pensado em assistir, mas depois me esqueci. Se não me esquecer novamente irei assistir.

    ResponderExcluir