Resenha: Insurgente

Título: Insurgente
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
Onde comprar: LINK
Nota: 

Minha opinião sobre o livro: 

Atenção: Esse é o segundo volume da trilogia. Pode conter spoilers. Para ler a resenha do primeiro livro clique aqui

Diferente das outras continuações, Insurgente não retoma o livro anterior, começa exatamente onde termina Divergente, então vou te dar uma dica: Antes de ler o livro refresque a sua memória lendo (por cima) Divergente para não ficar perdido (a) na história.

Depois da horrível simulação provocada pela Erudição tudo ficou um caos, a Audácia está fragmentada, a Abnegação está praticamente eliminada e a Amizade não sabe qual posição tomar diante disso. Logo no começo da história a Tris, Tobias, Marcus, Peter e Caleb estão no vagão do trem rumo a sede da Amizade. Todos estão arrasados com que aconteceu no complexo da Abnegação, principalmente a Tris que perdeu os seus pais e carrega o fardo de ter matado o Will, ela se culpa tanto pela morte que chega a ficar repetitivo. Bom, não vou entrar muito em detalhes, pois tenho a impressão de que se eu disser qualquer coisa a mais estarei soltando spoiler. 

Por que será que a sede da Amizade fica fora da cerca? Quais outros mistérios que envolvem os Divergentes? Será que a Erudição acabou 100% com a Abnegação? Todas essas perguntas e mais outras são respondidas nesse livro, para alegria dos fãs que estavam desesperados por respostas (lê eu aqui).


Geralmente eu prefiro o 1º livro do que a continuação, acredito que seja difícil o autor manter o ritmo, porém a Veronica Roth consegue essa façanha. Ela não só manteve o ritmo como também dobrou a dose de ação e aventura, sem deixar o romance e o humor de lado. Aliás, por falar em romance a autora destacou a relação cheia de altos e baixos entre Tris e Tobias; muitas brigas, discussões e desentendimento. Fiquei irritada com a personagem porque ela além de não confiar nas pessoas que ama ainda toma decisões precipitadas! E essas atitudes acabam afastando Tobias que por sua vez faz a mesma coisa.

Insurgente consegue ser melhor que Divergente, pois há mais ação e explica muita coisa que foi deixada no ar no livro anterior. No 2º volume a Veronica nos apresenta o mundo fora da cerca, ou melhor dizendo, a sede da Amizade, além de mostrar como os sem facção levam a vida e que na verdade eles não são desunidos como imaginávamos (pelo menos eu imaginava).

O livro é excelente, porém a única coisa que não me agradou foi a crueldade da autora de se livrar dos personagens. Ela não teve dó não! Devia estar atacada no dia que escreveu as cenas trágicas.

Enfim, eu amei o livro e super recomendo para os amentes de distopia!

Capa britânica: 



Comente com o Facebook:

23 comentários:

  1. Ainda não li esta série, quero muito ler, minha amiga de blog, Geeh, não para de falar nos personagens e isso ta me matando de curiosidade! rsrsrsrsrrs

    Parabéns pela resenha, adorei!

    bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    Eu desisti da leitura de Divergente, mas quem sabe um dia eu retome.
    Quando leio resenhas assim, fico curiosa.

    Beijos*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sou amante incondicional de distopias, mas infelizmente não tive tempo de ler nem Divergente :(.
    Até já comprei os dois livros, mas não os li.

    ResponderExcluir
  4. Essa resenha ficou ótima e me deixou curiosa, não sou muito fã desses livros em que os personagens morrem loucamente e você fica morrendo de raiva da autora mas acho que vou tentar esse!
    A capa britânica do livro é tão suave, a capa daqui tem um ar pós apocalíptico hahahaha

    ResponderExcluir
  5. ADOREI!
    Que tal visitar meu blog e segui-lo? Comecei agora, e estou muito feliz de escrever para todos vocês. Da uma passadinha aqui:

    papodeconfidente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ótima resenha, fiquei muito curiosa!
    Amo distopia! Ainda não li Divergente, mas tá no meu top 5 de livros que quero ler!

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkk, essa foi boa "devia estar atacada no dia que escreveu as cenas..."
    Ainda não li nenhuma distopia, mas começarei por algo mais light...

    ResponderExcluir
  8. Quero muito ler insurgente e divergente, li mil resenhas falando bem desses livros
    Ainda bem que a Rocco deixou a capa original, a Britânica é horrível :/

    ResponderExcluir
  9. eu curti pra caramba Insurgente, mas ele também me deixou com muita raivinha dos personagens que eu tinha aprendido a amar HAHAHA é legal, porque isso mostra o poder de reviravolta da história, mas poxa, precisavam ficar tão irritantes? Tris e Quatro principalmente, meu deus, tinha hora que eu queria fuzilar os dois!!!
    Agora é esperar por Allegiant!!

    Beijão
    http://nossosromancesadolescentes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Essa é outra série que muita vontade de ler. Espero que seja em futuro próximo. :)

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Mylla!
    Ainda não li Divergente, mas fiquei curiosa com divisão em facções, remete aos grupos e tribos da vida real.
    Fico imaginando se não vou encontrar algum personagem parecido com o de Jogos Vorazes, lá tem os "distritos" rs
    Estou me encantando pelas distopias, as que li são da turma antiga como o título "1984", mas já sei separar distopia de pós-apocalíptico :)
    Adorei a resenha, vc diz que as dúvidas do 1º são esclarecidas e que o 2º livro é tão qt o 1º!
    Vou colocar Divergente e Insurgente na lista de leitura deste mês de férias.
    bjss

    ResponderExcluir
  12. Não li Divergente, mas tenho muita vontade de ler a série. É muito bom quando o autor de um livro consegue manter a qualidade da historia. Quando for ler não vou me apegar a nenhum personagem, sofro muito quando morrem.

    ResponderExcluir
  13. Mesmo você falando 'bem' do livro, ainda não consigo ter vontade de ler a série. Gosto bastante do lance de envolver em um novo mundo, mas mesmo assim me mantenho sem vontade. Em relação as capas, prefiro a Britânica, ela é mais bonita e chamativa que a Brasileira.

    ResponderExcluir
  14. adorei a resenha
    eu tenho esse livro, mas ainda nem pude ler .w.

    ResponderExcluir
  15. Tenho mt curiosidade em ler essa serie, parece mt boa, mas não tenho tido mt tempo :(

    ResponderExcluir
  16. Acho as capas brasileiras melhores, tem um ar de mistério. Já as britânicas parecem de livro velho...

    ResponderExcluir
  17. Eu comprei Divergente faz muito tempo mesmo, mas acabou que eu ainda não li. Quando fiquei sabendo do lançamento de Insurgente eu decidi esperar, mas até agora não comprei o livro. Como o filme vem por ai acho melhor eu adiantar logo a leitura né? hahaha! Eu não gostei da capa britânia, acho que a brasileira ficou SHOW!
    Beijos,
    Fernanda,
    Lendo & Esmaltando

    ResponderExcluir
  18. @Luna Hybla

    Poxa, eu queria muito ler 1984. É um marco na distopia!!!

    Beijokas :*

    ResponderExcluir
  19. @Luciane Eleotéria

    Isso mesmo, o jeito é não se apegar tanto para não sofrer.

    Beijokas, flor :*

    ResponderExcluir
  20. @Sarita Borbi

    Eu também prefiro a capa brasileira/americana, pois tem mais a ver com a história. Tem o símbolo da Amizade e aparece a cidade em baixo. Já a capa britânica tem esse tom de roxo que, a pesar de ser bem bonito, não combina, e o que é isso que está no céu? São folhas? Que estranho... O.o

    Beijokas! ^^

    ResponderExcluir
  21. Oie, estou louca para começar essa trilogia, é bom saber que ele já começa emendado no outro, pois assim já leio na sequencia, o ruim é se a editora demorar para lançar o ultimo e termos que ficar lendo por cima o segundo, coisa que não gosto de fazer. Não li muito da resenha para não pegar spoilers rs

    Beijus

    Renata Sara

    http://amordelivros.blogspot.com.br/


    Beijus

    Renata Sara

    http://amordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Sou doeeeeeente pra ler essa série, mas nunca tive oportunidade :(

    ResponderExcluir